banner 3.jpeg

Coronel diz que promotores querem ser "reitores da universidade de Cristo" e manda disputarem eleições

15/08/2018

 

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Ângelo Coronel (PSD), abriu um parêntese em um discurso banal de entrega de título de cidadão feirense, para atacar os membros do Ministério Público, acusados de quererem mandar nos municípios. 

 

Para o candidato ao senado na chapa governista, os promotores se consideram "reitores da universidade de Cristo", mas deveriam deixar a carreira e se candidatar no "concurso do povo", como ele chamou a eleição. Segundo Coronel', os promotores estão querendo "mandar com a canetada", "na Bahia e no Brasil".

 

Veja no vídeo ou leia abaixo a íntegra do que Coronel falou, enquanto discursava segunda-feira na tribuna da Câmara de Feira de Santana.

 

"Quem quiser fazer política, que deixe os tribunais de lado. Venha a cada quatro anos se submeter ao concurso do povo como nós fazemos. 

 

Faço aqui essa crítica a membros do Ministério Público, que querem mandar na Bahia e no Brasil, se achando reitores da universidade de Cristo. E hoje ninguém pode ser mais que ninguém. 

Promotor que quer mandar em município, tire a toga, a beca, dispute as urnas. Não querer mandar com a canetada."

 

Coronel com a placa do título de cidadão ao lado do autor da proposta, o vereador Tom

 

 

 

Compartilhar
Tuitar
Please reload

NOTÍCIAS RECENTES
Please reload

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados