banner 3.jpeg

PSL desiste de indicar vice de João Henrique

09/08/2018

Dayane, presidente do PSL na Bahia e seu marido Alberto, que foi vice de João Henrique por três dias 

 

O PSL baiano mudou de ideia de novo. Depois de anunciar apoio a José Ronaldo e uma semana depois entrar na chapa do candidato João Henrique (PRTB), agora o partido decidiu que não vai mais indicar o vice do ex-prefeito de Salvador, que tenta ser governador do estado.

 

A presidente do PSL na Bahia, Dayane Pimentel, anunciou que seu marido, Alberto Pimentel, não seria mais vice. Alegou que ele não teria tempo. "Por ser um dos coordenadores da campanha de Bolsonaro a nível Bahia, ele não teria tempo, não teria disposição, não teria condições de estar também assumindo a vaga de vice. Ele prestará melhor serviço nos bastidores".

 

Na verdade houve um inconformismo da militância do partido, que tem Jair Bolsonaro como candidato a presidente. Isto é bem claro no próprio vídeo em que a professora explica aos correligionários o novo posicionamento. Ela falou ao vivo no Facebook e sequer tocou no nome de João Henrique, que só foi pronunciado quando da leitura de uma pergunta de uma pessoa que entrou para ver a transmissão.

 

Para um grupo que tem como um dos pilares o discurso contra a corrupção, é indigesto associar-se com o ex-prefeito de Salvador, que teve várias contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios e cuja administração viu-se às voltas com inúmeros escândalos.
 

Compartilhar
Tuitar
Please reload

NOTÍCIAS RECENTES
Please reload

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados