banner 3.jpeg

MPF quer que Orlando Santiago devolva dinheiro de capina superfaturada

22/05/2018

 

 

Espanto número 1: que roubem em contrato de R$ 70 mil para serviço de capina.

 

Espanto número 2: que para capinar no vizinho município de Santo Estêvão (ou em qualquer outro) seja preciso recorrer a verba federal.

 

Mas é tudo verdade, conforme pode ser conferido neste link para a notícia do inquérito do Ministério Público Federal.
 

Compartilhar
Tuitar
Please reload

NOTÍCIAS RECENTES
Please reload

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados