Baianos que compõem conselho que julgará Lúcio são da base de Rui

27/02/2018

 

Apesar de o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados ser comandado por um aliado do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), os três baianos, que integram o colegiado, são da base do governador Rui Costa (PT).

 

São membros do conselho: o deputado federal Cacá Leão (PP) – filho do vice-governador da Bahia, João Leão -, José Carlos Araújo e Ronaldo Carletto, ambos do PR.

 

O colegiado é chefiado pelo deputado federal Elmar Nascimento (DEM). Apesar de ainda não declararem os votos, os parlamentares já admitem que é difícil salvar o colega Lúcio. À Tribuna, o deputado federal Jutahy Magalhães Júnior (PSDB), que é da base de Neto, já disse que o emedebista baiano é “indefensável”.

 

Nesta terça-feira (27), o conselho deve instaurar o processo contra Lúcio Vieira Lima. Investigado por crimes de lavagem de dinheiro, associação criminosa, quebra de decoro parlamentar e ameaça no caso dos R$51 milhões encontrados no “bunker de Geddel”, o deputado poderá ter seu mandato cassado, como pede a representação feita pelo PSOL e Rede.

 

Para ser cassado,  o colegiado tem que aprovar por maioria um parecer, que segue para o plenário – são necessários os votos da maioria simples (ao menos 257 dos 513 deputados) para a perda do mandato.

Compartilhar
Tuitar
Please reload

NOTÍCIAS RECENTES
Please reload

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados