Professores de Lauro de Freitas reclamam de não pagamento de 1/3 de férias

09/01/2018

Professores e demais servidores que atuam da Educação de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, reclamam da falta de pagamento de 1/3 de férias pela prefeitura municipal. De acordo com o sindicato que representa os docentes, o valor deveria ter sido pago no final de dezembro de 2017 a mais de 3 mil trabalhadores.

 

Os servidores entraram de férias no dia 22 de dezembro e devem retomar as atividades em 5 de fevereiro. No entanto, até esta segunda-feira (8), não receberam o pagamento.

 

O chamado "1/3 de férias" é um adicional que corresponde a 1/3 do salário do empregado que deve ser pago pelo empregador, além da remuneração mensal a qual o trabalhador tem direito, durante as férias. A preocupação dos servidores de Lauro é não receber o dinheiro até término do período de recesso.

 

"Protocolamos um ofício cobrando da prefeitura esse pagamento, mas não recebemos nenhum comunicado oficial. O secretário de administração disse que não tinha dinheiro para fazer esse pagamento em dezembro e que está esperando recurso do governo federal para pagar em janeiro. Só que todo ano é a mesma coisa. A gente cobra e a prefeitura não faz o qu deveria ser feito. Os professores vão voltar sem receber", destaca.

 

Em nota enviada à imprensa a Prefeitura de Lauro de Freitas informou que o pagamento referente a 1/3 de férias da Educação está diretamente ligado ao recebimento dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), que, segundo o executivo municipal, historicamente ocorre a partir do dia 20 de janeiro, sem data específica.

 

A prefeitura disse que está aguardando o repasse para poder efetuar o pagamento e destaca, ainda, que a tabela de pagamento desde 2010 mostra que não há uma data específica para o pagamento do 1/3 de férias, em função dessa dependência do repasse do Fundeb.

 

Fonte: G1

Compartilhar
Tuitar
Please reload

NOTÍCIAS RECENTES
Please reload

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados