banner 3.jpeg

Comerciantes da João Durval fazem abaixo assinado contra BRT

24/10/2017

 

 

Somente agora quando, segundo as previsões do governo municipal estamos a menos de um semestre para a entrada em funcionamento do sistema, os comerciantes que têm lojas na avenida João Durval dizem que ficaram cientes de que a faixa em frente às lojas será usada como pista de rolamento normal, deixando de servir como estacionamento. 

 

Temem, naturalmente, perder clientes e estão fazendo abaixo assinado e até buscando advogado para tentar alguma mudança no projeto. Os clientes em compras são abordados para assinarem a petição dos lojistas, que buscam tardiamente um diálogo com o governo.

 

Tardiamente porque, como é óbvio, a esta altura o projeto não será mais alterado. Perguntei diretamente ao secretário de Planejamento, Carlos Brito, desde sempre encabeçando o projeto, e ele confirmou que não há como mudar.

 

A faixa direita de cada lado da avenida não poderá mais servir como estacionamento porque o BRT circulará em via exclusiva colada ao canteiro central. Com isso, os carros perderiam uma faixa e a avenida ficaria muito estreita para o fluxo de veículos, caso o espaço que sobra fosse ocupado em parte com estacionamento.

 

PS: Aparentemente tem tudo pra dar errado. Talvez por isso a falta de pressa em implantar de uma vez o tal projeto de mobilidade.

Compartilhar
Tuitar
Please reload

NOTÍCIAS RECENTES
Please reload

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados