Buscar

Genildo Melo faz discurso de unidade na posse da Associação Comercial


“A gestão da Associação Comercial e Empresarial de Feira de Santana (ACEFS) só será plenamente produtiva se houver a colaboração de todos os segmentos da sociedade, sejam outras entidades dos setores produtivos, seja o poder público, associados e imprensa”.



Foi o que declarou o novo presidente da entidade, Genildo Melo, que tomou posse no cargo oficialmente na noite de sexta-feira (16), quando fez um chamamento para uma “cruzada em defesa da implementação de ações que estimulem o crescimento do emprego e a geração de renda para o município e toda a Região Metropolitana”.


A posse da nova diretoria foi marcada por um clima festivo, com discursos de agradecimentos, mas sobretudo, de compromissos com a retomada do desenvolvimento, durante e após o período de crise gerado pela pandemia de Covid -19. “A necessidade do isolamento social para contenção e controle do vírus, impeliu os principais setores da economia a entrarem em queda livre. A indústria, o comércio e os serviços registraram perdas e prejuízos jamais vistos”, destacou Genildo Melo, prevendo “desafios gigantescos” na jornada que se inicia.


Apesar das dificuldades do momento, o novo presidente disse que está “absolutamente tranquilo e confortável, pois conta com uma diretoria composta por mulheres e homens competentes, participativos, atuantes e comprometidos com a causa do associativismo, da qual sou um entusiasta”. Genildo citou nominalmente todos os integrantes da direção. A importância da parceria com as demais entidades representativas dos setores produtivos também foi citada pelo presidente.


A solenidade de posse teve também momentos para agradecimento e prestação de contas. Ao transmitir a presidência para Genildo Melo, o empresário Marcelo Alexandrino, que dirigiu a ACEFS durante oito anos – quatro mandatos consecutivos – disse que o maior legado de suas gestões foi a união das entidades empresariais em torno de um objetivo comum. “Formamos uma tríade virtuosa, a ACEFS, a CDL e o SICOMFS são hoje uma só voz, como deveria ser sempre, pois nossos objetivos são comuns”. Na fala ele incluiu também o CIFS e o SindFeira.


A noite festiva, marcada ainda pela apresentação de propostas para o desenvolvimento dos setores produtivos de Feira de Santana, teve ainda momento de homenagem, com a concessão da Comenda Mercúrio ao prefeito Colbert Martins e ao secretário de Desenvolvimento Social Antônio Carlos Borges Júnior, que por muito tempo comandou a Secretaria do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, que atua em contato direto com as entidades empresariais. Foram destacadas as ações do governo municipal para a reabertura do comércio durante a pandemia e o projeto de reordenamento do centro da cidade.


Colbert Martins falou da importância de manter relações de parceria e respeito com as classes que representam os setores do comércio, indústria e serviços e destacou que a honraria recebida aumenta sua responsabilidade. “Vamos crescer juntos”, conclamou, referindo-se à retomada pós pandemia.


0 comentário