Buscar

Cartinhas para Noel podem ser adotadas pela Internet

A campanha de solidariedade Papai Noel dos Correios é digital em 2020. Para realizar a ação com segurança, devido à pandemia da COVD-19, a empresa realizou mudanças para dar continuidade em dos maiores projetos sociais do país. Na Bahia, a adoção dos pedidos das crianças é 100% online e digital, por meio do Blog do Papai Noel dos Correios.



Como adotar – Para atender aos protocolos sanitários de prevenção à Covid-19 e evitar aglomerações, este ano a adoção de cartas será feita somente pela internet. Padrinhos e madrinhas devem acessar o Blog do Papai Noel dos Correios e clicar em "Adotar Agora"; com base na localidade informada, serão disponibilizadas as cartinhas e as sugestões de locais para entrega dos presentes. Na capital e no interior do Estado, o prazo para adoção das cartinhas termina em 12/12.


Entrega dos presentes - A entrega dos presentes será feita presencialmente, sempre com atenção especial aos protocolos de segurança, como o uso de máscaras, e evitando aglomerações. Em Salvador, as agências Sumaré, Cidadela, Brotas, Rio Vermelho e Central Comércio, além de Lauro de Freitas receberão os presentes. No interior da Bahia, as unidades de atendimento dos Correios em Feira de Santana, Itabuna, Vitória da Conquista, Barreiras e Juazeiro estão participando também. Dia 16/12 será o último dia para recebimento de doações nas agências participantes.


Corrente de Solidariedade – Em um ano tão atípico, marcado por algumas imposições como o distanciamento social, mais do que nunca os sentimentos de fraternidade e união precisam ser fortalecidos e disseminados. Por isso, os Correios, que há mais de 30 anos acumulam histórias emocionantes de solidariedade, permanecem engajados na campanha Papai Noel dos Correios, desta vez adaptada para o formato digital. A iniciativa, além de estimular as crianças a escreverem cartas, propaga também os valores natalinos, como solidariedade e esperança.


Toda a sociedade pode participar dessa imensa corrente do bem que une esforços da empresa, empregados e voluntários para atender, dentro do possível, aos pedidos de presentes de meninos e meninas de até 10 anos de idade em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa também contempla cartinhas enviadas por alunos da rede pública (até o 5º ano do ensino fundamental) e por crianças acolhidas em creches, abrigos e núcleos socioeducativos.



0 comentário

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados