Buscar

Ambulante de 60 anos foi agredida por agentes da prefeitura, afirma Tourinho

Em discurso na Câmara nesta quarta-feira, o vereador Roberto Tourinho, candidato a prefeito pelo PSB, disse que a' vendedora ambulante Rosa Mascarenhas Souza de 60 anos, foi agredida pelos agentes contratados pela prefeitura para a retirada dos trabalhadores do centro da cidade. Segundo a assessoria do vereador, ela deu entrada na UPA da Queimadinha na tarde de ontem (20), com ferimentos provocados pelos agentes.


De acordo com a vendedora, um guarda municipal e um agente de segurança estavam quebrando o cavalete que ela havia colocado para sinalizar o local onde desempenhava suas atividades por vinte anos na Avenida Senhor dos passos, em frente à Brandão Jóias.


Ela contou ao vereador que, inclusive, já teria alugado uma sala no prédio onde fica localizada a loja Brandão Jóias, sala 103, prevendo a retirada das barracas. A ambulante afirma que os agentes invadiram a sala alugada por ela, apreenderam sua mercadoria e a agrediram fisicamente, machucando gravemente o seu braço. Ela registrou queixa no CREAS, que encaminhou notificação ao Conselho do Idoso, por se tratar de uma senhora de 60 anos.


“Precisamos denunciar a maneira violenta e despreparada com que essas pessoas estão agindo contra os vendedores ambulantes. Não podemos aceitar que pessoas sofram agressão por desempenharem suas atividades laborais. Não vamos nos calar com relação a violência desta natureza”, afirmou Tourinho.

0 comentário

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados