Buscar
  • Glauco Wanderley

Prefeitura diz que fiscalização fechou 147 lojas e "pontos de aglomeração"


O governo municipal de Feira de Santana interditou 147 comércios e pontos de aglomeração de pessoas, nesta terça-feira, 26, e quarta-feira, 27, por descumprirem as medidas restritivas para evitar a disseminação acelerada do coronavírus na cidade.

A fiscalização está sendo realizada diariamente por uma força-tarefa, visando garantir o cumprimento do decreto municipal que determinou feriado antecipado na cidade, de segunda a quarta-feira, visando achatar a curva de crescimento da pandemia na cidade.

A força-tarefa está sendo desenvolvida pelas secretarias do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Settdec), Secretaria Municipal de Prevenção à Violência (Seprev), Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), Superintendência Municipal de Trânsito (SMT), Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam), Procon, Secretaria de Serviços Públicos (Sesp), Vigilância Sanitária e a Polícia Militar.

Na terça-feira, 26, foram fechados 22 bares, um campo de futebol interditado, mais dois bares interditados, uma academia interditada, seis festas fechadas com advertência, 35 barracas fechadas, 5 lojas fechadas, 22 ambulantes fechados e mais um som apreendido.

Já nesta quarta-feira, 27, a fiscalização fechou mais 52 estabelecimentos que furaram o decreto, abrindo as portas ilegalmente.

Coordenador da fiscalização, o secretário de Prevenção à Violência, Moacir Lima, explica que a fiscalização fechou estabelecimentos de diversos segmentos, dentre os quais bares, lojas de confecções, sapatarias, madeireiras, casa de ferragens e campo de futebol.


728×90_MAIS_SAÚDE_BAHIA_0520_ACOES_FEI

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados