Buscar
  • Glauco Wanderley

Como encontrar o imóvel dos seus sonhos


Escolher o imóvel ideal para você é algo que levará tempo e que deve ser cuidado pessoalmente, lembrando que será a sua casa durante muito tempo, caso dê tudo certo. Procurar por casas à venda em Feira de Santana é uma verdadeira arte, exige perseverança e que você busque entender as suas expectativas quanto ao imóvel, as suas exigências básicas, as coisas que poderiam ser conversadas e o que daria para abrir mão. Enfim, quando se vai negociar um bem grandioso e importante como o seu imóvel, é sempre necessário ter muita responsabilidade e sensatez durante o processo todo.

O momento atual pode não ser o que apresenta o mercado imobiliário mais aquecido dos últimos anos, mas com certeza depois de muita pesquisa é possível achar muita coisa interessante. Se lembre que os últimos anos foram particularmente difíceis para a nossa economia, que estava sofrendo um dos piores momentos de recessão dos últimos tempos. Por isso, com uma grande oferta atual de apartamentos e imóveis chaves que estão sem saída por conta da crise, pode ser que os preços fiquem mais propícios para as pessoas que queiram economizar um pouco na hora da compra. Afinal, se tem muita oferta e pouca procura, fatalmente os preços cairão.

Acompanhe agora uma série de dicas que podem te ajudar a encontrar o imóvel sonhado por você.

Pesquise os bairros

Existem muitas coisas com as quais se deve preocupar no processo da compra de um terreno em Feira de Santana, mas com certeza uma das questões principais é a localização. É importante pesquisar como é a vida em determinado bairro, se nele existem opções boas de escolas (para os que têm filhos), comércio próximo, academias e outras coisas que você possa sentir falta.

Mas, o mais importante, é você se perguntar se você se imagina morando em tal lugar, porque é preciso que se identifique com o local em que possivelmente irá morar. Outra forma também de saber como é morar em tal bairro, é perguntar para algum conhecido que já mora lá, ele poderá te dar detalhes sobre o dia a dia do lugar.

Decida o tamanho do imóvel

Saber isso é crucial para você começar as visitas, pois dependendo da sua necessidade já é possível inferir o tamanho do imóvel, se necessitará de um ou dois quartos, se um banheiro só basta ou é preciso mais, enfim, é preciso saber o tamanho do imóvel que está à procura. Ter isso em mente logo no começo, pode ser uma forma de agilizar e muito o tempo de procura, já que se focará em visitar apenas aqueles apartamentos compatíveis às suas exigências.

Saiba quanto é possível gastar

Comprar um imóvel que possui uma prestação maior do que pode ser paga por você, é a entrada para problemas muito maiores do que a simples inadimplência. Essa situação pode virar uma bola de neve e acabar se arrastando por anos a fio, quem sabe fazendo até você perder o apartamento na justiça. E então o investimento feito durante anos irá por água abaixo, por conta de um erro grotesco de cálculo e julgamento da sua parte.

Por isso, seja sincero consigo mesmo, sente na cadeira e faça a sua contabilidade financeira, veja de quanto exatamente é a sua renda mensal e o quanto é possível gastar na moradia. Especialistas falam que o ideal para se gastar na habitação é cerca de trinta por cento da renda total do mês. Fazendo isso, você pode direcionar a sua pesquisa e as suas visitas para imóveis que estão dentro do seu perímetro financeiro.

Decida como irá pagar

Imagine que você economizou durante anos para comprar um apartamento e quando consegue tal feito, gasta tudo o que tem em sua compra. Nesse caso, você fatalmente ficará desprotegido financeiramente, sem reservas para alguma emergência ou para qualquer reparo necessário no novo apartamento (nesse caso, o imóvel pode até se desvalorizar caso você não conserte o problema).

Assim sendo, existem outras opções para quem não quer gastar todas as economias. Existem os financiamentos bancários, mas é preciso atenção para não cair em nenhuma cilada. Para isso, sempre cheque as taxas e o Custo Efetivo total, assim estará sabendo exatamente onde está se metendo. Sendo uma opção cada vez mais popular, o consórcio também é um meio possível.

Condomínio

Atualmente, os prédios apresentam uma série de comodidades para os moradores, vão desde piscinas aquecidas, churrasqueiras, salões de festa, até outras coisas que garantem conforto para quem mora ali. No entanto, não são todas as pessoas que querem e necessitam de tais coisas. Nesse caso, você deveria refletir se valeria a pena pagar um condomínio caro para ter todas essas coisas.

Lembrando que existem prédios que não possuem taxa de condomínio, o que pode ser de muita utilidade para quem não quer ter mais essa despesa mensal. Além disso, é legal saber como é a relação dos vizinhos entre si, caso você tenha a chance de descobrir. Afinal, os vizinhos são as pessoas que você conviverá por anos, o que porventura pode trazer uma série de questões não muito amistosas para o seu convívio.

Locomoção

Para quem mora num bairro, mas precisa ir para outros para resolver a sua vida, seja para estudar, trabalhar, ou levar e buscar alguém em algum lugar, morar num bairro com boa locomoção é imprescindível. Vias de acesso e um eficiente sistema de transporte são importantes nesse entrelace, sendo que a sua vida pode se transformar em um caos, caso onde more a locomoção seja difícil. Afinal, se os trajetos serão feitos todos os dias com grande frequência, o trânsito pode acabar virando a sua residência.

Segurança

Nada pior do que morar num lugar onde a segurança é ruim, deixando os moradores apreensivos e muitas vezes desconfortáveis na própria casa. É preciso ver se o bairro é bem iluminado, se as ruas são movimentadas durante o dia e como o são durante a noite, além da taxa de criminalidade na área. Isso tudo para garantir a segurança da sua vida e dos seus bens.


728×90_MAIS_SAÚDE_BAHIA_0520_ACOES_FEI

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados