Buscar

Vladimir Aras volta a ser cogitado para PGR


Como já ocorrera em sucessões anteriores na Procuradoria Geral da República, o nome do procurador baiano Vladimir Aras é cogitado para a vaga. Ele atuou em Feira de Santana como promotor do MP estadual e depois como procurador, no MP federal.

A titular da PGR, Raquel Dodge tem direito à recondução, mas acredita-se que ela não será escolhida pelo presidente Jair Bolsonaro, com quem teve algumas rusgas e também porque ele já avisou que não é obrigado a seguir a lista tríplice com os procuradores mais votados pelo colegas. Além do mais, a procuradora enfrenta forte oposição interna.

A disputa pelo posto é intensa e até procuradores do Ministério Público Militar se insinuam.

Vale ressaltar que quando se fala no nome de Aras é pelo prestígio que tem entre os colegas, com um histórico de participação em importantes investigações como o caso Banestado e alguns desdobramentos da Lava Jato. Ele mesmo nunca se colocou publicamente como candidato, mas aparece nesta condição em matérias da mídia nacional.

Porém, com a independência e o rigor legal que sempre demonstrou, sem inclinação à esquerda ou à direita, duvido que, mesmo que fique em primeiro lugar na lista tríplice, venha a ser escolhido pelo presidente Bolsonaro.

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados