Buscar

Prefeitura de Feira de Santana anuncia corte de ponto dos professores

Desde o início da greve dos professores a secretaria de Educação foi orientada pelo prefeito Colbert Martins a registrar as faltas e hoje o governo municipal anunciou que o ponto será cortado.

O prefeito avalia que a greve não tem apoio da maior parte da categoria. "Estamos honrando com todos os compromissos salariais com os nossos professores nos últimos anos e a maioria reconhece este esforço, rejeitando esta greve estimulada pela APLB, que, todos sabem, conta com uma diretoria vinculada à oposição ao governo municipal e que nos trata com muita diferença em relação ao estadual", atacou.

Ele cita que a prefeitura concedeu mais de 50% de reajuste aos professores nos últimos cinco anos, enquanto no governo do estado os servidores em geral estão há anos sem reajuste.

A prefeitura encaminhou para a Câmara o projeto concedendo o reajuste salarial sugerido pelo MEC para 2019, de 4,17%.

Assembleia em que os professores aprovaram o início da greve a partir de 11 de março

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados