Buscar

ACM Neto se rende e nomeia bolsonarista como secretário municipal

Bolsonaro não consultou ACM Neto, presidente do DEM, para nomear ministros do partido (Lorenzoni, Tereza Cristina e Mandeta, respectivamente na Casa Civil, na Agricultura e na Saúde). Mas ACM Neto agora precisa demonstrar afinidade com o bolsonarismo.

Oficializou nesta quinta (27) pelo Diário Oficial a entrada em seu governo, do marido da deputada Dayane Pimentel, o empresário Alberto Pimentel, que virou secretário de Trabalho, Esporte e Lazer, em substituição ao vereador Geraldo Junior, que deixou o governo e vai presidir a Câmara de Salvador a partir do ano que vem.

ACM Neto tenta equilibrar-se entre ser ou não ser ele também um bolsonarista. Não teve aproximação com o movimento que varreu as urnas durante a campanha, pois era coordenador nacional da vexatória candidatura tucana de Geraldo Alckmin. Depois da eleição ainda deu algumas declarações sugerindo um distanciamento em relação ao presidente eleito e resistiu à adesão do DEM ao futuro governo.

Mas a verdade é que o furacão Bolsonaro o deixou sem ter para onde ir. A Bahia é governada pelo PT e antipetismo hoje é bolsonarismo. Correndo risco de perder o capital político adquirido com gestões aprovadas em Salvador, o prefeito rendeu-se.

É um movimento visando o futuro, imprevisível.

Alberto e Dayane Pimentel

0 comentário

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados