Buscar

Intenções de voto não se mexeram. Bolsonaro segue favorito e Haddad o azarão


Houve uma diferença de 17 pontos percentuais entre Bolsonaro e Haddad ao final do primeiro turno. A pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira mostrou uma vantagem de 16 pontos para o candidato do PSL.

Ou seja, ele manteve a larga vantagem com a qual terminou o primeiro turno e nada do que ocorreu nos três dias desde a eleição provocou mudança nas intenções de voto.

Enquanto o trabalho de Bolsonaro é somente deixar tudo como está, o de Haddad é provocar uma reviravolta que em eleições presidenciais desde o fim da ditadura nunca ocorreu. É um dos fortes motivos que leva o líder das pesquisas a evitar debates. Ele não precisa mais ganhar pontos. Basta não perder.

VEJA O VÍDEO COM A PESQUISA

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados