Buscar

CAVO trata resíduos de serviços de saúde no aterro sanitário de Feira

A Cavo, do Grupo Estre, líder do mercado de gerenciamento de resíduos na América Latina, já está operando sua nova unidade de destinação e tratamento de Resíduos de Serviços de Saúde (RSS) em Feira de Santana. A empresa é atualmente a responsável pela gestão desse tipo de resíduo na cidade.

Instalada no bairro Gabriela, a nova unidade e suas equipes adotam as últimas tecnologias e processos para fazer a coleta, transporte, tratamento e destinação de resíduos gerados em hospitais, consultórios odontológicos, farmácias, laboratórios clínicos, entre outros.

Os equipamentos utilizados também são todos novos e incluem autoclaves de última geração. Eles fazem a esterilização dos resíduos a vapor e alta pressão. A Cavo já é a responsável em Feira de Santana pela destinação final do lixo da coleta e limpeza pública no aterro sanitário – a nova unidade de RSS funciona na mesma área. “A empresa tem toda a experiência e licenças necessárias para oferecer serviços de qualidade e de padrão internacional. A companhia oferece uma gama completa de serviços ambientais em toda a cadeia do lixo – coleta, transporte, tratamento e destinação final -. Estamos com as melhores expectativas para Feira de Santana e região”, pontua Alessandro Campos, superintendente de Resíduos de Saúde. Atuação em sete estados brasileiros

O Grupo Estre tem presença em sete estados brasileiros, cobrindo uma população de 31 milhões de pessoas em Alagoas, Bahia, Goiás, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Sergipe. É responsável pelos cuidados com limpeza urbana e meio ambiente das cidades de São Paulo, Curitiba e Ribeirão Preto. No setor privado, o grupo trabalha para mais de 4 mil empresas de diversos segmentos e conta com 13,3 mil profissionais.

Uma das atividades de destaque é a transformação do biogás em energia elétrica. As usinas de Guatapará (SP) e Curitiba (PR) geram aproximadamente 14 MW. Em Tremembé (SP), está sendo finalizada a construção de mais uma usina, que irá gerar 4,2 MW. Há, ainda, a produção do Combustível Derivado de Resíduos (CDR), empregado em indústrias cimenteiras.

O grupo atua em processos de manufatura reversa, que em equipamentos eletroeletrônicos chega a reaproveitar mais de 85% do material descartado. Além disso, recicla materiais de construção civil, faz tratamento e destinação de lixo hospitalar e cuida da descontaminação de solos por biorremediação.

Desde dezembro de 2017, a Estre passou a ter suas ações negociadas na bolsa Nasdaq, em Nova Iorque, e aprimorou sua estrutura de governança com as melhores práticas administrativas internacionais.

Ética e Sustentabilidade

A Estre é a única do seu setor e a terceira no Brasil a obter a certificação ISO 37001, que atesta as melhores práticas antissuborno e está alinhada com diretrizes internacionais na gestão da ética e em conformidade com a lei brasileira anticorrupção.

Em 2006 foi criado o Instituto Estre para a promoção da educação ambiental de crianças, jovens e comunidades de seu entorno, com projetos que já atenderam mais de 340 mil pessoas.

Aterro sanitário operado pela Estre

0 comentário
BNR-728X90px-OBRAS-DE-INFRAESTRUTURA-EMB