Buscar

Rui diz que terá um quarto do valor de 2014 para campanha


Um quarto ou até um quinto do que teve em 2014. Esse foi o cálculo do governador Rui Costa, ao estimar quanto terá em dinheiro para fazer a campanha da reeleição.

Ele deu a declaração em entrevista concedida no ato de registro da candidatura.

Para se adaptar, Rui prevê viajar basicamente de ônibus, visitando até 115 cidades em sete fins de semana da campanha, a começar do próximo, quando agendou visitas aos territórios do Sisal e Piemonte da Diamantina. A votação ocorre no primeiro domingo de outubro, dia 7.

"É uma campanha muito curta e vamos inovar em vários aspectos", explicou o candidato sem dar maiores detalhes.

DOADORES DE 2014

Em 2014 eram permitidas doações de empresas. Na ocasião a cervejaria Petrópolis, dona da marca Itaipava, foi a maior doadora oficial da campanha do PT. E também da de Paulo Souto. Foram R$ 7 milhões para o candidato vencedor e R$ 5 milhões para o candidato do DEM.

Em seguida vieram para Rui doações das construtoras OAS, UTC e Queiroz Galvão, respectivamente com R$ 4 milhões, R$ 3 milhões e R$ 2 milhões. Ao todo a campanha do candidato petista obteve receita de R$ 32 milhões e a do DEM R$ 22 milhões, de acordo com dados oficiais do TSE.

Os números citados são arredondados. Os valores exatos estão na página 4 desta edição da Tribuna Feirense, publicada em novembro de 2014.

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados