Buscar

Na Bahia o eleitor tem sete opções para o governo. Ou não tem nenhuma?


É frequente que alguém bote no eleitor a culpa pelos tipos que são eleitos, o que considero uma enorme injustiça. O eleitor não determina quem pode ser candidato. Os partidos e só os partidos têm este direito. E escolhem dentro da panela cujos ingredientes só podem resultar num prato indigesto. Ao eleitor resta votar em ninguém ou ficar com uma das opções que estão no cardápio.

Na Bahia há um governador do PT, candidato à reeleição. Naturalmente há muitos motivos de insatisfação contra ele. Mas o cidadão insatisfeito tem como opção trazer de volta o grupo que o antecedeu, do DEM. Tá bom pra você?

E ninguém mais? Sim, pouca gente sabe e pouca saberá até outubro, mas existem outras cinco opções. A que terá maior estrutura na campanha é a do MDB. Seu candidato entrou no páreo como um funcionário dos Vieira Lima, que não aceitaram abrir mão do partido nem depois do escabroso episódio dos R$ 51 milhões no apartamento da Graça. É opção para quem esteja insatisfeito com os rumos da política?

Ou é melhor o ex-prefeito de Salvador, João Henrique? Este, que por ter tido tantas contas rejeitadas deveria estar inelegível, mas não está, conseguiu uma candidatura por meio do PRTB. Ninguém sabe o que significa PRTB, mas basta dizer que é o partido de Da Luz. Claro que não vale como alternativa para quem deseje um novo tempo para o estado baiano.

Então ainda faltam três para chegarmos ao total de sete candidatos. Um é funcionário público e sindicalista, do sindicato dos policiais civis. Concorre pelo PSDC. Outro é do Psol, já conhecido e rejeitado em duas eleições anteriores. Resta a candidata da Rede, uma senhora negra com histórico em movimentos sociais, que foi vice do prefeito de Salvador. Na campanha seguinte ao ser preterida para o lugar, porque ACM Neto não precisava mais do verniz popular e sim de aliança com partidos maiores, decidiu romper e subitamente "descobriu" práticas de corrupção da administração que integrou.

Termino sem concluir, voltando à questão inicial: que opções o eleitor insatisfeito possui no sistema como ele é?

0 comentário
BNI-02-728x90px_BAHIA-MEU-ORGULHO (1).pn

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados