Buscar
  • Glauco Wanderley

Transporte por táxis e não com carros alugados: uma politicagem a menos


O governo Colbert Martins anuncia uma medida acertada e que pode trazer grande economia ao município: o uso de táxis ao invés dos contratos de aluguel de veículos.

Se é vantajoso, por que não se fez até hoje? Porque como tantos outros, os contratos de aluguel de veículos servem como moeda de troca política. É muita gente comprometida com o governo em função da dependência daquele contratinho mensal. É uma forma de encabrestar eleitor e família.

Não é preciso pensar muito para dimensionar a economia. Os carros usados na administração ficam a serviço dos cargos de confiança mais graduados. Secretários que vão para casa almoçar, enquanto o motorista fica esperando com o ar ligado. Diretores que são buscados e trazidos em casa, por motoristas fixos com os quais desenvolvem relação de proximidade que pode facilmente levar a desvios de função, como seria o caso de buscar um parente ou compras.

A própria quantidade de viagens pode ser reduzida com o emprego de táxis para o transporte na administração pública. Pois sem carro e motorista disponíveis o tempo inteiro, quem desejar ir na rua pode pensar duas vezes se é mesmo necessário.

E ainda vai se dar um volume relevante de serviço aos táxis, que não querem a liberação de aplicativos como o Uber, porém mais dia menos dia terão que encarar, bem como a prefeitura, a nova realidade mundial.

#táxi #FeiradeSantana #ColbertMartins

DISPLAY-ESTATICO_728x90px_01.png

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados