Buscar

Pode voltar, Negromonte, que teu lugar está reservado

Vésperas de férias do Judiciário é tempo de perdão e o beneficiário de hoje é Mário Negromonte. Suspeitíssimo, investigadíssimo e afastado do cargo de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios, concedido pelo então governador Jaques Wagner, Negromonte teve seu posto restituído por Marco Aurélio Mello, integrante da turma garantidora da impunidade no Supremo Tribunal Federal.

Ele tinha sido afastado em fevereiro. Mas a cadeira está lá, à sua espera. Não se tem notícia de que o TCM tenha tomado qualquer atitude contra o homem que julga contas de prefeitos baianos. Com que moral?

0 comentário
BNI-02-728x90px_BAHIA-MEU-ORGULHO (1).pn

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados