Buscar

Bahia tem mil homicídios a mais que o Rio em um ano


7.171 homicídios foram registrados na Bahia em 2016. 6.053 no Rio de Janeiro. Superamos também São Paulo, que teve 4.870.

Estes 7.171 homicídios divididos pelos 365 dias do ano, nos levam à incrível média de 19,6 por dia.

Dados de todo o Brasil foram compilados pelo pessoal do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, e pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Todo ano eles divulgam o Atlas da Violência, elaborado com informações oficiais fornecidas pelo SUS. Os dados revelam que em 10 anos dobrou o número de assassinatos no estado da Bahia.

Mas a secretaria de Segurança Pública vê o contrário. Usa os levantamentos de 2018, para dizer que está ocorrendo redução dos crimes.

E duvida dos números obtidos pelo Atlas, numa matéria com redação confusa. "O secretário Maurício Barbosa lamenta que, por mais um ano, a divulgação de um ranking de mortes violentas no Brasil, sem levar em consideração que os estados nordestinos figuram sempre como mais violentos, pois contam as ocorrências usando uma metodologia mais fiel à realidade", diz literalmente o texto.

Pelo menos em Feira de Santana comprovadamente não há redução nenhuma. Saiu há poucos dias a estatística do mês de maio, em que os assassinatos repetem o mesmo quadro registrado em 2017, como já ocorrera nos meses de janeiro a abril.

Em Feira é impossível manipular os números, visto que eles são contabilizados diariamente pelos repórteres policiais, Denivaldo Costa pela Rádio Subaé e Aldo Matos pela Sociedade, que além do registro do dia mantêm estatísticas atualizadas e fazem comparações entre diferentes períodos.

A elevada taxa de homicídios para um cidade na faixa dos 600 mil habitantes faz com que Feira de Santana esteja entre as mais violentas do mundo.

VEJA O COMENTÁRIO EM VÍDEO SOBRE ESTE ASSUNTO:

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados