Buscar

Professora bolsonarista quer que as escolas públicas sejam militarizadas

Ao anunciar a passagem do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) pela Bahia, no dia 24, a professora Dayane Pimentel, que preside no estado o Partido Social Liberal e o PSL Mulher Nacional, defendeu a militarização das escolas públicas, como "solução para os baixos índices de aprovação e combate às crescentes estatísticas da violência nas escolas públicas em todo o Brasil". A declaração foi feita durante entrevista ao programa Acorda Cidade, nesta quarta-feira, 16.

Dayane Pimentel, que é pré-candidata a deputada federal, destaca que nas poucas escolas militares existentes em alguns estados, os indicadores revelam que os resultados são totalmente contrários aos das escolas convencionais. “Não só em termos de aprovação, mas o ensino cívico é muito bem empregado. O respeito ao próximo e o resultado positivo são exigidos nas escolas militares. Tudo isso faz das escolas militares as melhores avaliadas na rede pública de ensino”.

A viagem de Jair Bolsonaro pelo Nordeste vai começar por Salvador no dia 24, com discurso em um trio elétrico, na área externa do Aeroporto Luis Eduardo Magalhães, previsto para às 11h30 e uma palestra às 19h, no auditório do Gran Hotel Stella Maris Resort e Convention com entrada franca e que terá como tema “A importância da política baiana no cenário nacional”. Como deve cumprir suas atividades de parlamentar, a cada semana o precandidato vai visitar um estado da região.

Professora Dayane, ao lado de Jair Bolsonaro

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados