Buscar

Micareta teve menor número de ocorrências no HGCA desde 2015

Durante a micareta deste ano a direção do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) aumentou em 30 % o efetivo de funcionários da emergência e centro cirúrgico para atender a demanda da festa. Mas segundo dados do Sistema de Acompanhamento Hospitalar (SAH) do HGCA, houve uma redução de 19 % do total de atendimentos em relação ao período festivo do ano passado.

Este ano foram registradas 204 ocorrências. Destas podemos destacar o número de acidentes de automobilísticos (87, sendo 65 acidentes com motos), seguido de atendimentos clínicos (69) e casos de violência (24), neste último estão incluídas ocorrências de agressão, assaltos, espancamentos e vítimas de ferimentos com arma branca e de fogo. É o menor número desde 2015 e segue a tendência de redução ano a ano. Foram 252 em 2017, 293 em 2016 e 316 em 2015.

De acordo com Dr. José Carlos de Carvalho Pitangueira, diretor-geral do HGCA, os números demonstram que a Micareta foi mais tranquila se comparada a anos anteriores. “Estive todos os dias de plantão no hospital para acompanhar de perto as ocorrências e posso afirmar que a estatística de 2018 foi um diferencial no que diz respeito às ocorrências de violência durante a folia. Já não posso dizer o mesmo em relação aos acidentes de motos, o número continua elevado”, afirmou Pitangueira.

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados