Buscar

PM morto por ladrões do pedágio é homenageado no enterro em Feira


O caixão de Cristiano foi levado no carro dos bombeiros (reprodução TV Bahia)

Foi enterrado no final da tarde de domingo (1º) em Feira de Santana o corpo do policial militar baleado na cabeça durante assalto na praça de pedágio, em Candeias, região metropolitana de Salvador. Cristiano Ramos Pinto, de 36 anos, deixa esposa e uma filha.

O PM estava internado em estado grave, no Hospital da Bahia, em Salvador, desde o dia 28 de março, e morreu no último sábado (31). Ele vinha voltando do serviço com outros colegas, que ao verem a ação dos marginais reagiram, dando início ao tiroteio no qual Cristiano foi baleado na cabeça.

Após o velório, o corpo do policial foi levado em um caminhão dos Bombeiros Militares para o cemitério São João Batista, onde recebeu homenagens de colegas de trabalho. Ele trabalhava na PM há mais de seis anos.

Caso

O assalto ocorreu na BA-524 (km-11), conhecida como Canal de Tráfego, em Candeias, região metropolitana de Salvador. Durante o assalto, além do PM baleado, um motorista que teve o carro roubado foi atropelado, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Os assaltantes fugiram, e o crime foi registrado em vídeo pela câmera de segurança da praça de pedágio. Segundo a polícia rodoviária, três criminosos participaram da ação. Os bandidos levaram dinheiro e celulares de motoristas e passageiros, e roubaram valores da praça de pedágio.

O vídeo da câmera de segurança mostra dois criminosos em ação. Cada um deles aborda um carro. Mandam os motoristas e passageiros saírem dos veículos e ameaçam as vítimas com armas. O vídeo também mostra o momento em que um dos criminosos foge roubando um carro. As imagens não mostram quando o PM é baleado. Na fuga, eles atropelaram um homem. que morreu no local.

Um dos assaltantes foi baleado e levado a um hospital, onde foi executado horas depois por homens encapuzados que invadiram a unidade.

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados