Buscar

Atropelamento no primeiro dia da trincheira


Uma mulher foi atropelada na manhã de ontem (20), aparentemente sem muita gravidade, na área da trincheira inaugurada na noite anterior na avenida João Durval. Foi na esquina com a rua brigadeiro Eduardo Gomes.

Era uma área bastante movimentada para pedestres e durante a obra de construção da trincheira tinha sinaleira inclusive. Há colégio e faculdade nas imediações e um grande fluxo de pessoas acostumadas a transitar de um lado para o outro. Mas esta travessia se tornou muito arriscada com a intervenção da prefeitura, voltada exclusivamente para facilitar o tráfego de veículos.

Parece não fazer sentido colocar faixa de pedestres, já que a travessia permanente de pessoas iria eliminar o benefício da nova construção, voltada tão somente à fluidez do tráfego.

Portanto é indispensável que a superintendência de trânsito desempenhe um papel do qual não gosta, de se colocar ajudando as pessoas, evitando que tentem atravessar e orientando para que busquem um ponto seguro, que só encontrarão nas esquinas, com Presidente Dutra ou Getúlio Vargas.

No período pré-inauguração falou-se muito do risco envolvendo a pista reversível, que poderia provocar acidentes, mudando de sentido conforme a hora do dia. Batidas entre carros, entretanto, são muito menos perigosas. Graves e fatais podem ser os atropelamentos, se a devida precaução não for adotada.

VEJA AS IMAGENS NO PROGRAMA SALA DE NOTÍCIA:

0 comentário
BNI-02-728x90px_BAHIA-MEU-ORGULHO (1).pn

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados