Buscar

Programa Primeiro Emprego chega a Feira de Santana dia 22

Mutirão do programa Primeiro Emprego irá atender estudantes de mais dois municípios baianos. O primeiro acontece na segunda-feira (19), em Alagoinhas, e o segundo, na quinta-feira (22), em Feira de Santana. A ação, desenvolvida em conjunto pelas secretarias estaduais da Educação, do Trabalho e da Administração, da Casa Civil e de fundações parceiras, como a Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM) e Fundação Estatal Saúde da Família (FESF), oferece a possibilidade de uma vaga de emprego a jovens e adultos que concluíram os cursos técnicos de nível médio nos anos de 2015, 2016 e 2017 na rede estadual de Educação Profissional e Tecnológica.

O mutirão do Primeiro Emprego em Alagoinhas vai acontecer no Centro Territorial de Educação Profissional do Litoral Norte e Agreste Baiano (CETEP LNab), localizado na Rua Maria Feijó, 13, centro. Podem participar estudantes de Alagoinhas, Rio Real, Esplanada, Pojuca, Ribeira do Pombal e Cícero Dantas. Já os estudantes de Feira de Santana, Amélia Rodrigues, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Ipirá, Riacho do Jacuípe, Capim Grosso e Irará poderão participar do mutirão que será realizado no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Saúde do Centro Baiano (antigo Colégio Estadual de Feira de Santana), na Rua Juracy Magalhães Júnior, s/n, centro de Feira de Santana. O atendimento será realizado das 8h às 14h.

Ao comparecer a um dos mutirões, o candidato fará a atualização de dados e será verificada a sua regularidade do banco de dados da Secretaria da Educação do Estado. Caso haja vaga disponível na área em que se formou, ele será encaminhado, em seguida, pela Secretaria do Trabalho para verificar a elegibilidade (se atende à legislação do programa). Caso seja elegível(eis) para a(s) vaga(s), serão verificadas as nota médias durante todo o curso (ranking) e será dada preferência para aqueles de maior nota, que serão encaminhados para uma possível contratação com Carteira de Trabalho assinada, e todos os direitos garantidos.

O contrato tem duração de 24 meses no âmbito do Estado, por maio das fundações. A remuneração nas instituições privadas é a partir de um salário mínimo; já nas fundações, o contemplado terá, além de salário mínimo, plano de saúde opcional (Planserv), alimentação, vale transporte e processo formativo vinculado a sua área e ao serviço público.

Documentação

Para realizar a atualização cadastral e se habilitar a ocupar uma possível vaga, o egresso precisa apresentar os seguintes documentos: carteira de trabalho, carteira de identidade (RG) e CPF. Já para efetivar a contratação, precisará também apresentar a carteira de reservista, título de eleitor, último comprovante de votação, comprovante de residência, currículo atualizado, certificado de conclusão do curso ou diploma ou histórico escolar. Para os casados e/ou com filhos, será necessário apresentar também a certidão de casamento, certidão de nascimento caso tenha filho, cartão de vacinação (dependente com até cinco anos de idade), comprovante de escolaridade (dependente após seis anos), conta bancária, duas fotos 3x4. Mais informações podem ser encontradas no site do programa.

0 comentário