Buscar

Com ajuda de Fernando Torres, candidatura de Otto Alencar Filho se fortalece em Feira

O vereador Zé Filé anunciou apoio à pretensão de Otto Alencar Filho de ocupar um lugar na Câmara dos Deputados. Ao revelar sua adesão, o vereador do Pros admitiu que, como liderado do deputado Fernando Torres, está atendendo a um pedido deste, que foi quem lhe apresentou o nome do filho do senador Otto Alencar. Torres não será candidato em 2018.

Zé Filé disse ter tido alguns encontros com o pré-candidato a deputado, mas não conseguiu apresentar qualquer argumento concreto que justificasse sua escolha, a não ser o fato do pretendente ser filho de quem é. Ignorando as muitas acusações que ao longo dos anos foram lançadas contra Otto, disse que o senador é uma exceção no meio político: "Em meio a esse mar de lama, com mais de 40 anos na política, um nome limpo", assegurou.

Otto chegou a ser alvo de investigações inclusive no atual período do PT no poder, quando foi instalada na Assembleia Legislativa a CPI da Ebal, em função do prejuízo milionário encontrado na empresa estatal que geria a rede de supermercados Cesta do Povo. A CPI teve o deputado Zé Neto como relator, mas em sua conclusão poupou o hoje senador, quem em 2010 acabou se juntando aos petistas e deixou a cadeira de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios para virar candidato a vice-governador na chapa de Jaques Wagner.

Zé Filé acrescentou que João Bililiu também apoiará Otto Filho e garantiu que há outros colegas que vão aderir à candidatura. Bililiu mais tarde confirmou na tribuna este posicionamento, por sinal contraditório, por se tratar de um aliado de Rui Costa, líder do grupo político ao qual o vereador se opõe em Feira. Para deputado estadual, Bililiu declarou apoio a Carlos Geilson.

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados