Buscar

Cobertura de esgoto em Salvador será ampliada com investimento de R$ 20 milhões

Com os mais de R$ 70 milhões investidos nos últimos dez anos no setor, Salvador passou a ser a capital número um em esgotamento sanitário no Nordeste.

A cobertura alcançou 80% do município e vai crescer mais. O governador Rui Costa assinou na manhã deste sábado (6), ordem de serviço autorizando o início das obras de ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário da cidade, em evento realizado no Conjunto Habitacional Mangueira III, no bairro de Massaranduba, na Cidade Baixa.

“Em dez anos, praticamente a gente duplicou o esgotamento sanitário na cidade”, enfatizou Rui, que, na ocasião, também entregou 423 títulos de regularização fundiária para moradores do bairro e da região de Alagados, no Subúrbio Ferroviário.

Segundo o Ranking do saneamento das 100 maiores cidades do Brasil, organizado pelo Instituto Trata Brasil com dados oficiais fornecidos pelos estados, em Salvador, além da cobertura de 80%, são tratados 98% dos esgotos. Em Feira de Santana a cobertura de esgoto só alcançou 60% e apenas 82% são tratados.

O novo sistema vai contar com a implantação de 8,5 quilômetros de rede coletora e 36,2 quilômetros de ramais prediais, além de mais de 23 mil ligações intradomiciliares. São recursos próprios da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento do Estado (Sihs), no valor de cerca de R$ 20 milhões.

Serão beneficiadas as bacias de esgotamento sanitário de Alto Pituaçu, Aratu, Armação, Alto Camurugipe, Médio Camurugipe, Baixo Camurugipe, Baixo Ipitanga, Baixo Jaguaribe, Baixo Pituaçu, Barra, Calafate, Campinas, Cobre, Comércio, Flamengo, Itapuã, Lobato, Lucaia, Macaco, Mangabeira, Médio Ipitanga, Médio Jaguaribe, Paripe, Península, Periperi, Pernambués, Pituba, Saboeiro e Tripas, beneficiando um total de 58 bairros.

Acompanhando o governador no ato, o titular da Sihs, Cássio Peixoto, disse que a implantação do sistema para a região “reduzirá os índices de ocorrência de doenças que normalmente acontecem quando não existe esgotamento sanitário. Portanto, estamos trazendo mais saúde, mais qualidade de vida para a população de Salvador”.

Governador Rui Costa autoriza obras de ampliação do esgotamento de Salvador

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados