Buscar
  • Glauco Wanderley

Escolas estaduais vão formar profissionais para a área de Cultura


Todas as escolas culturais da Bahia terão uma escola técnica para a cadeia produtiva da cultura. O governador Rui Costa fez o anúncio durante o lançamento do Projeto Escolas Culturais no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, em Guanambi, no sudoeste do estado, nesta sexta-feira (24). “Serão cursos para produtores, iluminadores, cenógrafos, entre outros, para que os alunos possam no futuro trabalhar nos grandes shows e nas grandes produções", afirmou Rui.

O governador acrescentou que o objetivo é "transformar a vida das pessoas. Educação não é apenas português, matemática, história e geografia. Arte e cultura também são educação. Aqui, em Guanambi, nós ainda vamos incorporar a área da frente ao colégio e construir uma quadra coberta”. No último dia 17, Rui já havia anunciado, no lançamento do projeto em Teixeira de Freitas, que as escolas culturais também terão um núcleo do Programa Neojiba.

Nesta sexta (24), os estudantes do Colégio Modelo recepcionaram o governador com apresentações de cordel, capoeira, dança afro e do Terno de Sol, uma variação do Terno de Reis que conta a história do sol e da lua. Com o projeto no município, diversas manifestações culturais estarão acessíveis a toda a sociedade, e não apenas para a comunidade acadêmica, em oficinas, apresentações e cursos abertos ao público, realizados na própria escola.

Na ocasião, Rui explicou como surgiu a ideia das Escolas Culturais. “Já visitei aproximadamente 270 escolas desde que assumi o governo e, ao longo das minhas visitas, fui percebendo a vida pulsando em cada unidade. Em Brumado, eu vi uma sala de aula ser transformada em sala de cinema e estava exibindo filmes para a cidade. Na Bahia, 90% das cidades não têm salas de cinema. Então, vendo essas iniciativas, resolvemos transformar as escolas em espaços culturais abertos para a sociedade; para cada escola ter uma sala de cinema, um palco para o teatro, para todas as atividades culturais”.

Educar para Transformar

O projeto, que faz parte do Programa Educar para Transformar, é uma iniciativa conjunta das secretarias estaduais da Educação, de Cultura (Secult), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e da Casa Civil.

Capoeira durante a visita do governador Foto: Manu Dias/GOVBA

#EducaçãoInclusiva #Cultura

728×90_MAIS_SAÚDE_BAHIA_0520_ACOES_FEI

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados