Buscar
  • Glauco Wanderley

Suposta conversa de prefeito com assessor dá várias pistas à Polícia Federal


Afastado semana passada pela Polícia Federal, o prefeito de Eunápolis, Robério Oliveira, teria mantido durante a madrugada uma conversa com um assessor Oziel. A suposta conversa vazou e foi amplamente compartilhada em grupos de WhatsApp por todo o estado, chegando também a ser publicada em alguns sites.

Essencialmente o diálogo mostra as consequências da ação da Polícia Federal e a preocupação com o futuro, a falta de recursos e o risco de novas descobertas ocorrerem. Juntamente com Robério foram afastados os prefeitos de Porto Seguro (a mulher de Robério, Cláudia Oliveira) e o de Santa Cruz Cabrália (Agnelo Santos, irmão de Cláudia e cunhado de Robério). A investigação afirma que eles agiam em conjunto fazendo negócios entre si nas três prefeituras. Os municípios são vizinhos no Sul do estado.

Na conversa fala-se de dinheiro em espécie escondido em Feira de Santana, na existência de uma amante de Robério e no pagamento por "consultoria" para desembargares. Um erro de digitação. Aparentemente Robério se refere a desembargadores, o que configuraria um escândalo caso a informação se confirme.

O vazamento fornece pistas importantes à polícia, desde que se comprove ser a conversa verdadeira e não forjada por algum adversário ou desafeto político.

São quatro páginas copiadas do aplicativo de troca de mensagens, compreendendo um período de cerca de meia hora.

Nas páginas reproduzidas a seguir o balão branco é o prefeito e o verde o assessor.

Primeiro o suposto Robério comenta que a intervenção federal o deixa mais preocupado. "Quando era por Salvador conseguíamos o remédio, mas com a Polícia Federal no meio complicou.

Se confirmada a autenticidade da conversa o assessor é Oziel Bonfim, advogado que há anos acompanha o prefeito afastado.

Numa provável referência ao governador, Oziel pergunta: - Você falou com Rui? Robério diz não conseguiu.

A preocupação volta-se na sequência ao comportamento dos vices que iriam assumir. Robério se diz despreocupado com o dele, Flávio Baioco, que assumiu em Eunápolis na sexta. Mas teme que o sucessor da mulher em Porto Seguro, Humberto Nascimento, aparentemente envolvido em crimes também, faça delação premiada.

Até a filha do casal é mencionada. Larissa estaria muito nervosa com medo de ter pai e mãe levados presos.

Quanto a uma amante do prefeito, chamada Edna, citada por Oziel, Robério não se mostra preocupado, por ser um problema menor.

Em compensação, a falta de recursos, com dinheiro e bens bloqueados, assusta. "Como vamos pagar advogados? Como pagar consultoria para os desembargares (sic)?"

Por fim o suposto Robério faz uma revelacao: "O dinheiro vivo tá guardao em Feira, quem é que tem coragem de ir lá buscar? E se a Polícia Federal estiver vigiando?

Esse diálogo aparentemente foi publicado primeiro no site Bahia Extremo Sul, mas saiu do ar. O Google mostra outros que publicaram as imagens, sob o título "Bomba, Robério Oliveira conta onde está guardado o dinheiro da corrupção".


728×90_MAIS_SAÚDE_BAHIA_0520_ACOES_FEI

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados