Buscar

Mais de mil aposentados e pensionistas ainda não se recadastraram no IPFS

A menos de um mês do prazo final para o recadastramento anual obrigatório, mais de mil aposentados e pensionistas do IPFS (Instituto de Previdência de Feira de Santana), de um grupo formado por 2.804 pessoas, ainda não foram ao órgão comprovar que estão vivos e, assim, continuar recebendo seus benefícios.

O recadastramento foi iniciado no dia 8 de setembro e será encerrado no dia 10 de novembro. O presidente do IPFS, Alcione Cedraz, disse que o não comparecimento acarretará na suspensão dos benefícios. “Vamos enviar para a Secretaria de Administração a lista com os nomes dos que não apareceram já no dia 13 de novembro”.

O recadastramento é presencial – os beneficiários devem levar os documentos pessoais mais comprovante de residência. Entretanto, equipe de assistência social do órgão municipal está se dirigindo à casa dos que estão doentes ou que tem dificuldades de deslocamento. Mas estas pessoas devem agendar o atendimento diferenciado.

Alcione Cedraz disse ainda que as procurações devem ser atuais e que alguns casos de aposentados e pensionistas que residem em outros estados são analisados com atenção. “A documentação apresentada deve ser oficial, bem como os relatórios médicos que indicam a impossibilidade do deslocamento”.

A professora Sônia Rita disse que se recadastra todos os anos, desde que se aposentou, em 1997. “Todos nos devemos obedecer a lei”. Nos últimos dias, cerca de 80 aposentados e pensionistas são recadastrados, em média.

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados