Buscar

Pitangueira diz que vereadores o procuram para falar de política

O diretor do Clériston Andrade, José Carlos Pitangueira, afirma que os vereadores de Feira de Santana o procuram para falar de política porque ele mesmo, como ex-vereador em Salvador, adora o assunto.

Diretor aponta nomes de pessoas atendidas na emergência que procuraram espontaneamente o hospital

São frequentes os pronunciamentos na Câmara em que os vereadores contam sobre os contatos com o diretor, admitindo que recorrem a ele quando solicitados pela população.

Pitangueira, entretanto, admite a boa relação com todos os vereadores - menos um - mas nega que eles tenham privilégios ou furem a fila de internação. "Sou amigo de todos eles. Sou amigo de toda a imprensa. Qualquer pessoa que me liga e se tivermos condições de fazer a transferência no momento a gente faz", justifica, dizendo que a superlotação é permanente e nem sempre consegue atender as solicitações que surgem.

Quanto à vereadora Neinha, a única que se manifesta sempre contra ele na Câmara, Pitangueira atribui a desavença ao fim de privilégios para internação de pacientes que segundo ele eram postos para dentro da unidade durante a noite, em quantidade muito maior que a capacidade de atendimento.

VEJA NO VÍDEO O TRECHO DA ENTREVISTA CONCEDIDA AO SALA DE NOTÍCIA

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados