Buscar
  • Glauco Wanderley

Hospital Geral do Estado já conta com Centro de Bioimagem


Quem precisa realizar exames como tomografia computadorizada e ressonância magnética já pode contar com essa estrutura tecnológica no Hospital Geral do Estado (HGE). O novo Centro de Bioimagem foi inaugurado na manhã da última-terça-feira (26), pelo governador Rui Costa, e contou com R$ 13,2 milhões em recursos investidos na obra de reforma da unidade hospitalar e na instalação de dois equipamentos de Tomografia Computadorizada e um equipamento de Ressonância Magnética, segundo a Secretaria de Comunicação do Estado da Bahia.

O Centro é capaz de realizar 650 exames por mês. De acordo com o governador Rui Costa, este é o primeiro aparelho de ressonância magnética da história do Hospital Geral do Estado. “Precisamos ressaltar este feito. Além da ressonância, o centro vai funcionar com dois tomógrafos, atendendo também, através da regulação, pacientes de outras unidades da rede”. Modernização Além das novas instalações, os equipamentos que compõem o novo centro são modernos e conferem mais precisão e segurança para o diagnóstico dos pacientes. Com a máquina de ressonância magnética, por exemplo, é possível ter imagens de alta qualidade e com nitidez para a detecção de infecções, doenças degenerativas, controle do câncer, e muito mais. Já o equipamento de tomografia computadorizada dá precisão na avaliação da emergência por trauma, fraturas, AVC, infecção abdominal ou pulmonar, além da realização de angiotomografia, para detecção de aneurismas, dissecções ou oclusão vascular.

"Esses equipamentos atenderão 100% da demanda do HGE, do Cican e de outras unidades da Rede, além de oferecer leitos para toda a central de regulação do estado da Bahia. Esperamos que pelo menos 50% dos exames de ressonância ofertados aqui sejam disponibilizados para a rede", explicou o secretário estadual da Saúde (Sesab), Fábio Vilas-Boas. PPP de Imagem na Bahia O Centro de Diagnóstico por Imagem é resultado de uma Parceria Público-Privada com a Rede Brasileira de Diagnóstico (RBD), que já mantém unidades de biomagem no Hospital Geral Roberto Santos, Ernesto Simões Filho, Menandro de Farias, Hospital Especializado Octávio Mangabeira e Hospital Geral de Camaçari, e também em unidades nas cidades de Guanambi, Vitória da Conquista e Jequié. De acordo com o presidente da concessionária RBD, Stelliu Espinheira, o investimento soma-se às outras nove unidades que já estão em funcionamento. "Fechamos 2017 com o volume de investimentos superior a R$ 110 milhões, com 11 unidades que estarão em funcionamento até o final do ano, além da Central de Laudos 24 horas, responsável pela realização dos laudos, feitos pelos melhores radiologistas, que disponibilizam as imagens para as unidades demandantes", explicou o presidente da RBD. Com o Centro de Bioimagem do HGE, já são dez unidades de diagnóstico por imagem em funcionamento no estado, por meio da Parceria Público-Privada (PPP). Segundo o governo, até o final do ano, serão 11 hospitais no estado contando com a unidade e com este tipo de parceria.

#HGE #Bahia #CentrodeBioimagem

728×90_MAIS_SAÚDE_BAHIA_0520_ACOES_FEI

Sala de Notícia - Todos os Direitos Reservados